quinta, 19 de julho de 2018

F-1

Heidfeld ficou em dúvida de aceitar vaga de Kubica

23 FEV 2011Por FOLHA ONLINE09h:54

Escolhido como substituto do piloto polonês Robert Kubica, que teve que passar por três cirurgias no início do mês após sofrer um grave acidente, o alemão Nick Heidfeld admitiu que pensou bastante antes de aceitar a vaga na Lotus Renault para a temporada 2011 de F-1.

"Fiz uma reflexão profunda, provavelmente mais que outros teriam feito, e agora diria que tenho a situação clara para mim. Não foi minha culpa o que aconteceu com Robert [Kubica] e realmente desejo que ele volte em breve. No começo, precisei por minha cabeça no lugar porque houve uma tensão emocional devido ao acidente de Robert [Kubica], sabendo que podia ser uma grande chance para mim", disse Heidfeld ao site oficial da F-1.

"Não foi uma situação fácil, mas tive que pegar a chance. Nos meus longos anos na F-1, fiz minhas próprias experiências. Só comecei a acreditar que estava de volta quando a tinta secou no contrato. Claro, fiquei feliz porque foi inesperado", contou o piloto, que na temporada passada disputou as últimas provas pela Sauber.

Heidfeld foi escolhido como substituto de Kubica no último dia 16. Ele superou a concorrência do brasileiro Bruno Senna, que também era cotado para ficar com a vaga.

Em 11 temporadas na F-1, Heidfeld competiu por quatro equipes diferentes, disputando 171 GPs e subindo ao pódio 12 vezes. O alemão terá como companheiro o russo Vitaly Petrov.

Após o cancelamento do GP do Bahrein devido aos conflitos internos no país, a temporada de F-1 irá começar em 27 de março em Melbourne, na Austrália.

Leia Também