segunda, 16 de julho de 2018

AMEAÇA

Hanover vence Bayern e abala Van Gaal

5 MAR 2011Por ESTADÃO14h:46

O atual campeão Bayern de Munique perdeu por 3 x 1 para o Hanover 96 neste sábado, perdeu contato com os primeiros colocados e pôs o emprego do treinador Louis van Gaal em risco.

O Bayern estava desesperado para bater o surpreendente Hanover para lutar pela segunda colocação, que classifica automaticamente para a Liga dos Campeões e os dirigentes do clube advertiram o técnico holandês que essa é a meta mínima para a temporada.

No entanto, os anfitriões saíram na frente com os gols de Mohammed Abdellaoue e Konstantin Rausch antes de Sergio Pinto marcar mais um. Arjen Robben marcou o gol de honra.

O Bayern ficou com 10 jogadores aos 28 do segundo tempo quando o zagueiro Breno chutou Lars Stindl.

A segunda derrota consecutiva do Bayern - sua terceira consecutiva em todas as competições, já que perdeu para o Schalke 04 no meio da semana e foi eliminado da Copa da Alemanha - deixou o time em quarto lugar com 42 pontos. O hanover chegou à vice-liderança com 47.

O líder disparado Borussia Dortmund com 61 pontos após a vitória por 1 x 0 sobre o Colonia na sexta-feira. O Bayer Leverkusen, com 46, pode recuperar o segundo lugar com uma vitória sobre o Wolfsburg no sábado.

O último colocado Borussia Moenchengladbach diminuiu a diferença para a saída da zona do rebaixamento para três pontos após derrotar o Hoffenheim por 2 x 0 enquanto o Schalke 04 perdeu por 1 x 0 para o Stuttgart.

Hanover deu início ao sonho quando o norueguês Abdellaoue escapou da marcação da defesa do Bayern e aproveitou o cruzamento de Rausch.

Van Gaal sacudiu a cabeça desaprovando o posicionamento da defesa enquanto crescia a confiança dos jogadores do Hanover. Rausch poderia ter feito 2 x 0 aos 37 minutos, quando dominou, girou e bateu de voleio. A bola passou muito perto do gol.

Seis minutos após o intervalo, Rausch marcou seu gol num chute forte de esquerda que desviou em Mario Gomez.

O Bayern respondeu rapidamente com Arjen Robben cabeceando após cruzamento de Franck Ribery.

Uma falha do goleiro Thomas Kraft do Bayern, que falhou em segurar o chute de fora da área de Sergio Pinto, reestabeleceu a diferença de dois gols aos 17 do segundo tempo.

Leia Também