GP DA ITÁLIA

Hamilton crava pole em Monza; Massa larga em 3º

Hamilton crava pole em Monza; Massa larga em 3º
08/09/2012 09:39 - terra


O inglês Lewis Hamilton confirmou as boas atuações durante os treinos livres e conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Itália, em Monza, com 1min24s010 em sua melhor volta. Jenson Button, companheiro de Hamilton na McLaren, ficou na segunda posição. A grande surpresa da manhã deste sábado foi o brasileiro Felipe Massa, que conquistou a terceira colocação no grid e superou pela primeira vez no ano seu companheiro de Ferrari, Fernando Alonso.

Hamilton, que já havia feito o melhor tempo nos treinos livres de sexta-feira e na manhã deste sábado, confirmou a liderança ao cravar tempo 0s123 á frente de seu companheiro de McLaren, que fechou a primeira fila.

Felipe Massa vinha com pouco destaque no treino, sendo apenas o quinto colocado no Q2, mas surpreendeu na superpole ao fazer 1min24s247, garantindo a terceira posição. Já Alonso decepcionou. Líder tanto no Q1 quanto no Q2, o espanhol teve um desempenho abaixo do esperado no Q3, ficando apenas na décima colocação, com 1min25s678.

É a primeira vez desde outubro de 2011, no Grande Prêmio da Coreia, que Massa se classifica na frente de Alonso. O resultado também marca a melhor posição de largada de Massa em 25 corridas, repetindo a terceira colocação conquistada no Canadá, em junho de 2011.

A segunda fila seria completada por Paul di Resta, da Force India, que fez 1min24s304 durante o treino, mas o britânico perdeu cinco posições no grid por trocar o câmbio do seu carro. Com isso, Michael Schumacher (1min24s540), da Mercedes, largará na quarta posição.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".