Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Hamas liberta mais de 150 presos pelo Ramadã

Hamas liberta mais de 150 presos pelo Ramadã
21/07/2012 21:00 - Band


O movimento palestino Hamas, no poder na Faixa de Gaza, libertará mais de 150 prisioneiros em ocasião do mês de jejum muçulmano do Ramadã, anunciou neste sábado o grupo islamita em um comunicado.

O governo do Hamas "libertará 159 detidos (...) em ocasião do mês sagrado do Ramadã", declarou citado em um comunicado Islam Chahuan, ministro do Interior do Hamas, durante um discurso em uma prisão.

Essas libertações são "um presente" do chefe do governo de Hamas, Ismail Haniye, para os presos comuns e exclui os presos políticos, acrescentou.

O Hamas, que tomou o poder no enclave palestino em 2007, costuma liberar prisioneiros durante o mês sagrado do Ramadã.

Durante o mês do Ramadã, os muçulmanos não podem comer, beber, fumar nem manter relações sexuais do amanhecer ao pôr do sol.

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.