Quarta, 20 de Junho de 2018

Haiti derruba Palácio Presidencial

10 ABR 2010Por 21h:04

PORTO PRÍNCIPE

 

Dois tratores começaram a demolir ontem o Palácio Presidencial do Haiti, destruído durante o terremoto que no dia 12 de janeiro atingiu o país. As máquinas amarelas, que chegaram na quinta-feira à noite, começaram a destruir a cúpula central da construção que desabou com o tremor de magnitude 7. A data para o final dos trabalhos "ainda não está definida", disse o chefe da guarda presidencial, Bernard Elie.

Dezenas de afetados pelo terremoto se reuniram na esplanada localizada em frente do Palácio Presidencial, no Campo de Marte, para observar a demolição.

Motivo de orgulho dos haitianos e símbolo da independência do primeiro Estado negro latino-americano, o palácio construído entre 1914 e 1921, que teve seu projeto elaborado pelo arquiteto haitiano Georges Baussan, "resistiu a um bombardeio, a ataques armados e a um grande incêndio", lembrou ontem o jornal Le Nouvelliste.

O presidente do Haiti, René Préval, havia dito no final de janeiro que o governo francês se ofereceu para reconstruir a sede do governo e recuperar suas formas exatas, incluindo sua formidável cúpula. Os trabalhos foram avaliados em pelo menos 120 milhões de euros.

"Continuamos motivados para contribuir com a reconstrução, desde que haja estudos prévios", declarou ontem o embaixador da França no Haiti, Didier Le Bret. Ele acrescentou que é preciso levar em consideração as novas condições do país, sem se comprometer com investimentos que poderiam ser mal interpretados pela população haitiana e francesa.

Leia Também