Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

Guarda Municipal

Guarda Municipal sem previsão de receber recursos para armas

18 DEZ 2010Por anahi zurutuza03h:40

Ainda não há previsão para que o Ministério da Justiça libere os R$ 3 milhões pleiteados pela Prefeitura de Campo Grande para “armar” a Guarda Municipal. A administração do Município enviou, em julho, projeto ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) pedindo recursos para financiar a compra de pistolas e armas não letais, além de novas viaturas, aparelhos de comunicação e novos uniformes, mas a solicitação ainda aguarda análise do Ministério.

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) disse ontem, durante solenidade de diplomação de 220 guardas municipais recém-formados, que a demora na tramitação do projeto se deu por conta do período eleitoral. “Finalizamos e entregamos o pedido pouco antes do início da campanha eleitoral, período que todo tipo de projeto que envolve recursos da União acaba ficando ‘congelado’, por isso acredito que este ano o Ministério não teve tempo hábil para analisar a aprovar a liberação desta verba. Nós vamos agora esperar a escolha do próximo Ministro da Justiça e vamos agendar com ele para tentar agilizar essa verba para o ano que vem”.

Os R$ 3 milhões requisitados ao governo Federal são para a compra de 200 pistolas calibre 380 e 300 armas não letais (que dão choque). Atualmente, os guardas que atuam na Capital são responsáveis por garantir proteção aos prédios e espaços públicos, como escolas, praças e postos de saúde. Eles utilizam apenas cassetetes. Além do armamento, o projeto prevê aquisição de sete veículos de passeio, três utilitários, um furgão, 15 motocicletas, aparelhos de comunicação, via rádio e celulares, mais fardas novas.

Formatura
Ontem pela manhã, na Praça do Rádio Clube, 220 homens e mulheres aprovados no concurso público para integrar a Guarda Municipal, receberam os diplomas pela conclusão da formação.

Os guardas que se formaram na primeira fase do curso oferecido pela PM começam a atuar nas ruas da Capital a partir de fevereiro do ano que vem. Em janeiro eles passarão por mais 470 horas de treinamento e só então começam a fazer o “estágio”. Com o acréscimo dos novos guardas, a Guarda Municipal de Campo Grande contará, agora, com efetivo de 1.309 homens e mulheres.

Leia Também