Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Grupo passa Ano-Novo em mata após se perder em trilha em SP

Grupo passa Ano-Novo em mata após se perder em trilha em SP
01/01/2014 13:15 - terra


Oito pessoas passaram a virada do Ano-Novo dentro da mata fechada, depois de se perderem em uma trilha em direção à Cachoeira do Funil, entre as cidades de Embu-Guaçu e Itanhaém, em São Paulo. Elas fazem parte de um grupo de 11 pessoas que se perdeu no local na segunda-feira. Três pessoas, entre elas uma mulher de 55 anos que é diabética, foram resgatadas ontem pelo Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar.

O grupo, formado por parentes e amigos, partiu em direção à cachoeira às 7h de segunda-feira. De acordo com a Polícia Militar, como as pessoas não retornaram, familiares procuraram a polícia, que iniciou as buscas na terça-feira.

Segundo o soldado Flávio Pires Serafim de Almeida, do COE, as três pessoas resgatadas ontem - duas adolescentes, de 11 e 12 anos, além da mulher de 55 anos - eram as mais debilitadas e, por isso, foram atendidas primeiro. Içadas por um helicóptero, elas foram encaminhadas para o hospital e já receberam alta. O restante do grupo começou a ser resgatado nesta manhã.

De acordo com o soldado, o atendimento ao grupo precisou ser interrompido ontem por conta do horário e das condições de voo da aeronave. Policiais atenderam as oito pessoas que permaneceram no local e levaram também medicamentos e alimentos.  

Felpuda


Vêm aumentando que só os disparos de segmentos diversos contra cabecinha coroada que, até então, acreditava voar em céu de brigadeiro. O novo coronavírus chegou, ganhou espaço, continua avançando e atualmente tem sido o melhor cabo eleitoral dos adversários. A continuar assim, sem ações mais eficazes, o estrago político poderá ser grande. Observadores mais atentos têm dito que o momento não é de viver o conto da “Bela Adormecida”. Só!