Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

TEATRO

Grupo da Capital se apresenta em festival no Espírito Santo

14 OUT 2010Por THIAGO ANDRADE21h:17

 

O VI Festival Nacional de Teatro de Vitória, no Espírito Santo, que começou na terça-feira terá apresentação de 32 espetáculos. Entre eles, dois são de Campo Grande, do grupo teatral Mercado Cênico. Os dois últimos trabalhos do grupo, “Paredes revisitadas” e “Incontornáveis – Um teatro de incoerência e horror”, respectivamente hoje e amanhã, sempre às 20h, no Teatro José Carlos de Oliveira, no Centro Cultural Carmélia. A entrada é gratuita. O diretor dos espetáculos e do grupo, Vitor Hugo Samúdio também participará de um bate papo sobre os processos de criação dos espetáculos e pesquisas do grupo.
O Mercado Cênico já participou de outros festivais nacionais, como o Festival de Curitiba, na mostra Fringe, aberta a todos os grupos que desejam participar. Para Samúdio, a importância de participar desses festivais é entrar em contato com espetáculos nacionais e internacionais. “Isso renova o nosso trabalho e apresenta novas opções políticas e estéticas para a cena. Fica parado só apresentando sempre nos mesmos lugares não ajuda a crescer”, acredita.
Os trabalhos que o grupo leva abordam temas como o terror e a violência nas relações humanas. Em “Paredes revisitadas”, adaptação de texto do filósofo existencialista francês Jean Paul Sartre, a alegoria de uma sala em que o toque físico inexiste e o inferno é mais material que parece, o grupo se aprofunda nas questões por meio do embate entre os três personagens centrais. Já em “Incontornáveis”, o discurso assume tom de manifesto, identificando todas as formas de horror às quais a sociedade submete os indivíduos.

Leia Também