Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ECONOMIA

Greve pode paralisar frigoríficos amanhã

Greve pode paralisar frigoríficos amanhã
04/03/2010 05:32 -


Trabalhadores de frigoríficos da Capital decidiram que vão cruzar os braços amanhã, por tempo indeterminado, depois da negociação sem sucesso com o sindicato patronal por aumento de salários. Empregadores e empregados divergem no índice de reajuste salarial: os funcionários querem piso de R$ 615 e 11% de acréscimo para quem fatura mais do que isso, já os empresários oferecem 4,6% – mas admitiram que estão abertos a negociação, em nota assinada pelo Sindicato das Indústrias de Frio, Carnes e Derivados do Estado de MS. A discussão começou no último dia 23, no Ministério do Trabalho e Emprego, mas não foi adiante. O motivo, segundo o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de MS, Vilson Gimenes Gregório, foi o “completo desrespeito à classe trabalhadora”, por parte do sindicato patronal, que “se recusou a discutir a pauta”. Os patrões rebatem: “em momento algum, (o sindicato) suspendeu as negociações de reajuste salarial”. “Vamos paralisar sim e provocar grandes prejuízos econômicos para eles”, ameaçou Gregório, em nota divulgada pela federação à imprensa. O sindicalista não foi encontrado pela reportagem para informar quantos trabalhadores vão aderir à paralisação.

Felpuda


Nos bastidores poderosos, comentários são de que dois pretensos pré-candidatos estão deixando em polvorosa quem tinha quase certeza de que tudo estava em total “céu de brigadeiro”. Assim, enquanto ambos se movimentam aqui e acolá, o lado de lá está pensando no que fazer para evitar futuro confronto. Vale ressaltar que a dupla tem experiência que só no campo de guerra das eleições – e o desempenho não ficou a desejar.