Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sábado, 16 de fevereiro de 2019 - 15h38min

Greve pode paralisar frigoríficos amanhã

4 MAR 10 - 05h:32
Trabalhadores de frigoríficos da Capital decidiram que vão cruzar os braços amanhã, por tempo indeterminado, depois da negociação sem sucesso com o sindicato patronal por aumento de salários. Empregadores e empregados divergem no índice de reajuste salarial: os funcionários querem piso de R$ 615 e 11% de acréscimo para quem fatura mais do que isso, já os empresários oferecem 4,6% – mas admitiram que estão abertos a negociação, em nota assinada pelo Sindicato das Indústrias de Frio, Carnes e Derivados do Estado de MS. A discussão começou no último dia 23, no Ministério do Trabalho e Emprego, mas não foi adiante. O motivo, segundo o presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins de MS, Vilson Gimenes Gregório, foi o “completo desrespeito à classe trabalhadora”, por parte do sindicato patronal, que “se recusou a discutir a pauta”. Os patrões rebatem: “em momento algum, (o sindicato) suspendeu as negociações de reajuste salarial”. “Vamos paralisar sim e provocar grandes prejuízos econômicos para eles”, ameaçou Gregório, em nota divulgada pela federação à imprensa. O sindicalista não foi encontrado pela reportagem para informar quantos trabalhadores vão aderir à paralisação.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Familiares de mulher que teve o corpo furtado realizam terceiro sepultamento com medidas de seguranç
FIM DA ANGÚSTIA

Familiares de mulher que teve o corpo furtado realizam terceiro sepultamento

MEIO AMBIENTE

Ministro contraria Ibama e diz que plantação em área indígena não é ilegal

Ambulância é arrombada e furtada  em pátio da Central de Regulação
CAMPO GRANDE

Ambulância é furtada em pátio da Central de Regulação

Goleiro Jefferson afirma não ter sido chamado para seleção por racismo
FUTEBOL

Goleiro Jefferson afirma não ter sido chamado para seleção por racismo

Mais Lidas