Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Paralisação

Greve no IBGE impede divulgação de pesquisa sobre emprego

26 JUL 2012Por G113h:42

A Pesquisa Mensal de Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi divulgada na manhã desta quinta-feira (26) sem todos os dados que tradicionalmente a compõe. Isso porque os funcionários do IBGE estão em greve e os dados do Rio de Janeiro, apesar de terem sido coletados, não puderam ser analisados. Com isso, não foi possível divulgar a média nacional da taxa de desocupação.

Foram divulgados os dados das regiões metropolitanas de São Paulo, Recife, Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre. Em junho, a taxa de desemprego caiu na região metropolitana de Belo Horizonte, segundo a pesquisa. O recuo foi de 0,6 ponto percentual sobre o mês anterior, de 5,1% para 4,5%.

Segundo a diretora do sindicato nacional dos servidores do IBGE, Susana Drumond, a greve é nacional e começou em 18 de junho, atingindo atualmente uma adesão de 60% da categoria.

Ela explicou que a principal reivindicação do movimento é o reajuste de 22%, e a abertura de concurso público, pois, de acordo com Susana, o IBGE tem no país 6.600 trabalhadores efetivos e mais de 4 mil temporários.

No Rio, são 3.500 efetivos e 450 temporários. O salário inicial fica em torno de R$ 5 mil e um funcionário em fim de carreira pode ganhar R$ 10 mil, explicaram os grevistas.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também