quinta, 19 de julho de 2018

Greve fecha bancos

29 SET 2010Por 20h:50

Silvia Tada e Bruno Grubertt

Agências bancárias de Campo Grande permanecem fechadas hoje devido à greve dos trabalhadores, definida em assembleia realizada na noite de ontem. Participaram da reunião 208 pessoas, no Sindicato dos Bancários, que optaram pela deflagração da manifestação, por tempo indeterminado. A categoria reivindica reajuste salarial de 11%, enquanto a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) ofereceu 4,29%. Não há informações de quantas agências não devem abrir hoje. O acesso aos caixas eletrônicos não terá alteração.
A concentração dos grevistas começa hoje, a partir das 7h, em frente à agência do Unibanco da Rua Cândido Mariano. Na noite de ontem, os manifestantes programavam colar os cartazes avisando sobre a greve. O sindicato de Campo Grande responde também por 26 municípios do interior, que ao longo da semana decidirão sobre a adesão. Na Capital, há cerca de 100 agências com dois mil trabalhadores.
Outro ponto exigido pelos trabalhadores das agências bancárias é a participação nos lucros, piso salarial no valor do salário mínimo do Dieese (R$ 2.157,88), elevação do auxílio-refeição, cesta-alimentação, 13ª cesta-alimentação, auxílio-creche e previdência complementar para todos os bancários.
As condições de trabalho e a segurança nas agências são outros pontos listados na pauta de reivindicação da categoria. Eles querem a contratação de mais funcionários e que as vítimas de assaltos recebam assistência psicológica.

Leia Também