Terça, 20 de Fevereiro de 2018

ESTILO DIFERENTE

Grêmio terá três meias ofensivos na Libertadores

17 FEV 2011Por ESTADÃO00h:00

O Grêmio deve ter uma equipe muito ofensiva para enfrentar o Oriente Petrolero nesta quinta-feira, na sua estreia na fase de grupo da Copa Libertadores. O time deve entrar em campo no Olímpico com três meias ofensivos - Lúcio, Douglas e Carlos Alberto - e apenas um volante: Fábio Rochemback.

A formação difere muito do estilo tradicional de jogo do time gaúcho, mais adepto da marcação e do futebol de resultado do que à criatividade no meio de campo. A ideia do técnico Renato Gaúcho é aproveitar a fragilidade dos adversários do grupo para somar pontos e adquirir a vantagem de decidir em casa nas fases de mata-mata.

 O que não muda no Grêmio é a pressão da torcida no Olímpico, principalmente quando se trata de Libertadores. "Todo mundo sabe que é difícil vencer o Grêmio aqui. Temos a força da nossa torcida. Temos que conseguir esses três pontos aqui para depois ir beliscar um ponto lá fora", acredita Fábio Rochemback.

 Nesta quarta-feira, Renato Gaúcho participou do tradicional rachão que antecede os jogos. Os zagueiros Rafael Marques e Vilson não participaram, ambos por problemas médicos. Eles estão fora do jogo contra o time boliviano.

 Estreantes em Libertadores, Rodolfo já sabe quanto a competição é importante no Olímpico. "É um jogo especial para todos os jogadores do Grêmio. É uma competição que todo mundo está vendo e é diferenciada. Estamos bem preparados e entrosados. Nosso objetivo é vencer todos os jogos, mas temos que dar um passo de cada vez e pensar que o próximo jogo sempre é o mais importante", afirmou o zagueiro vindo do Atlético-PR.

 Assim, o Grêmio deverá entrar em campo contra o Oriente Petrolero com: Victor; Gabriel, Paulão, Rodolfo e Gilson; Fábio Rochemback, Carlos Alberto, Lúcio e Douglas; André Lima e Borges.



Leia Também