Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

CAMPEONATO BRASILEIRO

Grêmio para o líder Cruzeiro no Estádio Olímpico

17 OUT 2010Por 18h:21

O Grêmio recebeu o Cruzeiro, atual líder do Campeonato Brasileiro, neste domingo, no Olímpico, em um jogo decisivo para as duas equipes. Válida pela 30ª rodada, a partida contou com a vitória do time da casa de virada com o placar de 2 a 1. O Tricolor gaúcho balançou as redes com gols de Júnior Viçosa e Jonas, após sair atrás no marcador com o gol do argentino Montillo para o time mineiro.

Para o Grêmio, a vitória em casa lhe rendeu o sétimo lugar na tabela do campeonato com 46 pontos, encostando na zona de classificação para a Copa Libertadores da América além de uma marca batida. Balançando as redes em um pênalti convertido, Jonas se tornou o maior artilheiro da história do clube gaúcho no Brasileiro.

Já o Cruzeiro, dono de 54 pontos na competição, manteve-se na liderança provisória da tabela e aguarda agora o vencedor do jogo entre Fluminense, vice-líder da temporada e Botafogo no Engenhão, a partir das 18h30.

Com o início do primeiro tempo sem chances expressivas de gol, os dois times começaram a se arriscar em seus campos de ataque. Logo no segundo minuto de partida Fábio Santos recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo, ao cometer uma falta dura no argentino Montillo e está suspenso do Gre-Nal no próximo domingo.

A primeira finalização da equipe da casa veio aos nove minutos com uma cabeçada de Júnior Viçosa sem perigo para o goleiro Victor, após Douglas cobrar falta para a área cruzeirense.

Pouco antes, Montillo cometeu falta dura em Fábio Rochemback e recebeu o primeiro cartão amarelo para o Cruzeiro na partida. Ao todo, o Grêmio somava cinco faltas contra seis dos visitantes aos 13 minutos.

Fábio teve que trabalhar em seguida. Lucio recebeu fora da área do Cruzeiro e disparou uma bomba espalmada pelo goleiro para escanteio. Após a cobrança, Júnior Viçosa empurrou a bola na segunda trave, entretanto, estava impedido e o gol foi anulado.

Aos 27, Montillo abriu o placar para a equipe mineira. Aproveitando a confusão na área do Grêmio, o argentino bateu forte no canto esquerdo do goleiro Victor para levar o time da Toca da Raposa à liderança provisória do Campeonato Brasileiro.

Atrás no marcador, o Grêmio contou com o apoio da torcida para subir ao ataque. Arrancando no meio do campo, Douglas sofreu com a marcação de Marquinhos Paraná, recebendo cartão amarelo pela entrada dura.

O jogo continuou duro no meio de campo. Em mais uma disputa de bola, outro cartão amarelo no jogo, desta vez para Fabrício aos 42 minutos.

Logo após Paulo César de Oliveira assinalar três minutos de acréscimo, Victor foi obrigado a sair do gol para impedir Jonas de finalizar para a meta cruzeirense. Atendido em campo, o goleiro voltou ao jogo sem mais problemas.

O gol de empate do Grêmio saiu dos pés de Douglas pelo lado direito, após cobrar uma falta rapidamente para achar Jonas dentro da área. Junior Viçosa aproveitou o rebote do chute do atacante na área do Cruzeiro para estufar as redes na marca dos 48 minutos e cravando o placar de 1 a 1.

Na volta para o segundo tempo, o Grêmio apresentou mudanças. Gilson entrou no lugar de Fábio Santos na lateral esquerda.

Ambas as equipes buscaram o gol logo no início da etapa final. Júnior Viçosa levantou a bola para a área do Cruzeiro, entretanto, o lançamento foi forte demais, indo pela linha de fundo. Os visitantes responderam com a finalização do atacante Thiago Ribeiro, neutralizada pela defesa gremista.

Na marca dos 20 minutos, Wellington Paulista aproveitou o cruzamento de Gilberto, que entrou no lugar do lateral Pablo, para cabecear para o gol de Victor e comemorar o gol, anulado segundos depois pelo bandeirinha por estar em posição de impedimento.

Em uma rápida infiltração na área dos mineiros, Gilson foi derrubado por Thiago Ribeiro e a arbitragem marcou pênalti para o Grêmio aos 26 minutos do segundo tempo.

Jonas cobrou e afundou a rede do canto direito do goleiro Fábio. Anulada, a cobrança foi feita novamente e Jonas escolheu o mesmo canto da primeira batida, sem chances para Fábio. 2 a 1 para o Grêmio no Estádio Olímpico.

Com o placar sem mudanças até os 48 do segundo tempo, o tricolor gaúcho administrou o restante da partida para garantir a vitória sobre o Cruzeiro no Olímpico, mesmo com cinco minutos a mais de jogo, estipulados de acréscimo pelo árbitro Paulo César de Oliveira.

 

 

Informações da Gazeta Press

Leia Também