segunda, 16 de julho de 2018

Reação

Grêmio derrota o Vitória fora de casa

2 OUT 2010Por 20h:09

Salvador (BA)

 

O Vitória bem que tentou, pressionou, criou chances, mas não conseguiu evitar que o Grêmio chegasse à quarta vitória consecutiva fora de casa. Os gaúchos venceram por 2 a 0, no Barradão, com um gols marcados pelo meio-campista Maylson, ainda na primeira etapa e por Diego e Edílson, já no finalzinho do jogo.

O primeiro gol do jogo saiu depois de uma saída de bola errada da equipe baiana. O zagueiro Wallace chutou em cima de Jonas e a bola sobrou limpa para Maylson marcar o tento gremista. No final, Diego aproveitou rebote de Lee e ampliou o placar. Em seguida, Diego acertou belo chute e deu números finais ao duelo.

O Grêmio teve diversos desfalques e por isso jogou apenas com Jonas no ataque. Com isto, o time apostou nos contra-ataques e, com o gol logo aos 20 minutos do primeiro tempo, o tricolor gaúcho pôde se postar no campo de defesa.

Com o resultado, o Grêmio se mantém como melhor time do segundo turno do Campeonato Brasileiro e continua com o sonho de chegar à Copa Libertadores da América vivo.

Mesmo jogando fora de casa, quem foi para cima no início do jogo foi o Grêmio, que quase abriu o placar logo a um minuto de jogo, depois de uma cobrança de escanteio. A cabeçada do gremista Neuton, entretanto, passou por cima da meta de Lee, com muito perigo.

A resposta do Vitória veio aos quatro minutos, também em uma cobrança de escanteio. O goleiro Victor, entretanto, estava atento e conseguiu ficar com a bola.

Ramon, o principal jogador do time baiano, assustou o goleiro Victor aos 12 minutos, quando conseguiu ganhar da zaga gremista, chegou à entrada da área e bateu com firmeza, mas a bola subiu demais e foi pela linha de fundo.

Em jogada muito parecida, Henrique quase marcou aos 15 minutos. O ex-são paulino conseguiu tirar dois jogadores da defesa tricolor e bater com força, também por cima do gol. Menos de um minuto depois, o Grêmio chegou bem com Jonas, que chuta na rede pelo lado de fora.

Pouco depois, aos 20 minutos, o zagueiro Wallace saiu jogando errado e a bola sobrou para Maylson. Livre, dentro da área, o gremista bateu com vontade, na saída do goleiro Lee e abriu o placar para os gaúchos: 1 a 0.

A partir daí, só deu Vitória no primeiro tempo. O time criou boas oportunidades com Ricardo Conceição, Júnior, Ramon, Henrique e até com o zagueiro Thiago Martinelli, mas terminou a primeira etapa atrás no placar.

O Vitória começou o segundo tempo do mesmo jeito em que terminou o primeiro: pressionando. A equipe levava perigo ao gol de Victor, que fazia boas defesas e evitava o empate dos baianos.

Aos 11 minutos, depois de um bate-rebate dentro da área do Grêmio, o zagueiro Neuton conseguiu fazer um corte providencial, dentro da pequena área, evitando que a bola sobrasse para o artilheiro Júnior.

Bem postado no campo defensivo, o Grêmio conseguia segurar o ataque do Vitória, que fazia pressão sobre os tricolores. O rubro-negro baiano diminuiu um pouco o ritmo depois da saída de dois de seus principais jogadores: Júnior e Ramon.

Depois de um tempo com o jogo morno, Thiago Humberto teve boa chance aos 26, depois de um rebote de Victor. Ele bateu duas vezes: a primeira em cima da zaga e a segunda sobre o gol.

O Vitória tentava pressionar, mas a zaga gremista conseguia sempre levar vantagens sobre os atacantes rivais, sem sequer deixar os baianos chutar ao gol.

O Grêmio, apostando nos contra-ataques, quase ampliou o placar aos 40 minutos. Jonas tirou a zaga adversária, mas acabou travado. Em seguida, Gabriel arriscou uma batida com perigo, mas por cima do gol.

Aos 44, grande chance do Vitória após cobrança de escanteio. Entretanto, Schwenk, mesmo livre, cabeceou por cima da meta de Victor.

O Grêmio conseguiu ampliar no finalizinho do jogo, com Diego. O jogador aproveitou o rebote de Lee para bater com calma, no cantinho. No lance seguinte, Edílson fez o terceiro, em uma bomba no ângulo.

 

Gazeta Press

Leia Também