Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Grécia quer renegociar política de meta de resgate, diz Samaras

6 JUL 12 - 16h:35G1

O primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras, afirmou nesta sexta-feira (6) que o país não irá pedir mudanças para as metas globais incluídas no pacote de resgate que o país recebeu, mas que vai renegociar políticas que sente estarem impedindo o país de bater essas metas. Ele realizou seu primeiro discurso político desde que tomou posse, em junho.

Na mira dos credores – grupo chamado de 'troika', formado por Banco Central Europeu (BCE), União Europeia (UE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) –, Samaras disse que a Grécia deverá pedir mais dois anos de prazo para reduzir seu déficit e implementar o ajuste orçamentário, em troca de manter estritamente os objetivos fixados.

O primeiro-ministro também apresentou uma série de medidas para recuperar o tempo perdido nas reformas, como a aceleração das privatizações ou a fusão e fechamento de organismos públicos.

Samaras disse que pretende chegar a um acordo com seus sócios e credores para modificar o memorando, documento que explicita as condições de ajuda à Grécia. "É para conseguir os objetivos (do memorando) que teremos que modificar as medidas que agravam a recessão", disse.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Produtores do Estado buscaram R$ 9,2 bilhões em crédito rural
DINHEIRO NO CAMPO

Produtores do Estado buscaram R$ 9,2 bilhões em crédito rural

Procon/MS notifica CCR-MSVias sobre reclamações de usuários
IRREGULARIDADES PEDÁGIO

CCR-MSVias é notificada por falta de pessoal e troco

Sobrinho mata tia com 24 golpes de faca de cozinha no Santo Amaro
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Sobrinho mata tia com 24 golpes de faca de cozinha

Resultado de incentivo para fábrica de cerveja sai na quarta (24)
TRÊS LAGOAS

Incentivo fiscal para fábrica de cerveja sai na quarta (24)

Mais Lidas