Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 11 de dezembro de 2018

Meta

Grécia quer biocombustível brasileiro

10 ABR 2011Por Folha19h:50

Apesar de não ter caráter oficial, a visita da presidente Dilma Rousseff à Grécia gerou uma nova parceria entre os dois países. O governo grego quer comprar biocombustível brasileiro, como forma de cumprir metas da União Europeia de substituição progressiva do petróleo.

Em escala na Grécia, Dilma discute crise e visita museu

O interesse da Grécia foi anunciado pelo premiê do país, George Papandreou, durante encontro anteontem com a presidente Dilma Rousseff em sua residência oficial em Atenas.

"Eles ficaram muito interessados porque importam quase toda energia que usam", disse à Folha o ministro Antonio Patriota (Relações Exteriores), que participou do encontro.

Para a Petrobras, é mais um mercado que se abre na Europa para o biocombustível. "Já estamos em Portugal e na Itália, mas na Grécia ainda não. É um bom negócio para nós e para eles", disse o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, que também esteve na Grécia até ontem, antes de seguir à China.

Na reunião, o premiê grego avisou à Dilma que vai ao Brasil ainda este ano para fechar a parceria, segundo a Presidência.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também