Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

CAMPEONATO GAÚCHO

Gre-Nal pode decidir título neste domingo

1 MAI 2011Por Gazeta press00h:02

Vermelho e azul. Falcão e Renato. Tudo tão diferente entre Inter e Grêmio. Apesar dos maiores rivais estarem em pontos semelhantes da temporada, vivem momentos distintos. Pouco importa, pois domingo é dia de Gre-Nal, no Beira-Rio. O jogo das 16 horas (de Brasília) decidirá o segundo turno do Campeonato Gaúcho, mas o resultado em campo irá além: ele norteará o futuro a curto prazo dos dois clubes.

Neste clássico a vantagem é gremista. Não é preciso vencer nos 90 minutos para ser campeão estadual. Empatando e vencendo nos pênaltis, a sala de troféus do Olímpico receberá mais uma peça, a 37ª da competição. O momento, entretanto é colorado. Mesmo que seja obrigado a ser o vitorioso da tarde para obrigar a realização de dois jogos decisivos para definir o campeão, o ambiente é mais sereno.

Ao trocar 20 dias atrás Celso Roth por Paulo Roberto Falcão, o Inter mudou o seu ambiente interno e trouxe a torcida para o seu lado. Com o ídolo no comando, o time tem quatro jogos, três vitórias e um empate. No mesmo período, o Grêmio venceu uma vez, empatou outra e foi derrotado em duas oportunidades.

A última delas foi dolorida. Em casa, o tricolor viu o Universidad Católica vencer na primeira partida das oitavas de final. O resultado inesperado abalou o ambiente gremista. Ser campeão neste domingo é visto como o primeiro ponto para aumentar a auto-estima e chegar com força para o jogo no Chile.

Contrariando os números, o técnico Renato Gaúcho tem outro pensamento pela atual fase gremista.

- Está tudo bem. Não tem cobrança, aqui existe diálogo. Não tem cobrança, o Grêmio vai muito bem, obrigado -, garantiu.

Problemas na escalação da equipe aparecem dos dois lados. No Inter, o goleiro Lauro e o volante Bolatti ficam de fora. A primeira vaga é de Renan, a segunda será disputada entre Tinga e Wilson Matias. Na frente, Rafael Sobis pode perder espaço para Oscar.

No Grêmio, Victor e Lúcio são ausências sentidas desde o meio da semana. A escalação deverá ser a mesma que perdeu para o Universidad Católica. Na frente, fases distintas.

A fase de um camisa 9, muitas vezes, é um síntese do time como um todo. Se o centroavante faz gol, as chances de vitórias são sempre maiores, o que faz o Grêmio ficar preocupado.

Borges não vive bom momento. As críticas aparecem em maior quantidade, a expulsão na terça-feira, pela Libertadores, o deixa na obrigação de uma boa atuação no Gre-Nal. Somente com gol, ele poderá reverter a sua situação. Ele não marca há quatro jogos. Seu retrospecto em abril foi de três gols em sete partidas.

No Colorado, Leandro Damião vive fase oposta. Ele tem marcado gol de maneiras variadas, mas ir às redes em um clássico ainda é inédito.

- Deve ser uma felicidade muito grande. Ficaria feliz só em ajudar a equipe lá na frente -, comentou.

Momentos positivos, momentos negativos. Boa fase, má fase. Nada disso importa. Quando a bola começar a rolar será simplesmente o vermelho contra o azul duelando pela 385ª vez na história. Após o último apito, tudo pode mudar. O resultado pode definir novos rumos para os clubes, pois Gre-Nal é Gre-Nal.

Leia Também