Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

Gestação

Grávidas que fumam têm 65% mais chances de terem filhos com asma

19 AGO 2012Por Terra00h:00

De acordo com pesquisa do Instituto Karolinska, na Suécia, gestantes que fumam apresentam 65% mais chances de ter filhos com asma e 39% com sibilância (chiado). O vício durante os três primeiros meses é responsável pelo maior impacto negativo. Os dados são do jornal Daily Mail.

Os cientistas contaram com dados de 21,6 mil crianças da Europa e notaram que o risco aumentou mesmo quando elas não foram expostas ao tabagismo materno no fim da gravidez ou após o nascimento.

“Esses resultados indicam que os efeitos nocivos do tabagismo sobre o sistema respiratório fetal começam no início da gravidez, talvez antes mesmo que a mulher saiba que está grávida”, disse a pesquisadora Asa Neuman. Estudos anteriores sugerem que fumar durante a gestação pode alterar a estrutura do DNA de uma criança, enfraquecendo o sistema imunológico.    

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também