Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

educação

Governo propõe plano de carreira aos professores universitários

13 JUL 12 - 16h:15agência brasil

O governo federal propôs hoje (13) um plano de carreira às entidades sindicais dos professores dos institutos e universidades federais. O plano entraria em vigor a partir do ano que vem. A categoria está em greve desde o dia 17 de maio. 

A proposta do governo estima que, ao longo dos próximos três anos, a remuneração do professor titular com dedicação exclusiva suba de R$ 11,8 mil para R$ 17,1 mil. Além disso, “como forma de incentivar o avanço mais rápido e a busca da qualificação profissional e dos títulos acadêmicos”, os níveis de carreira serão reduzidos de 17 para 13.

Segundo documento do Ministério do Planejamento, “a proposta permite uma mudança na concepção das universidades e dos institutos, na medida em que estimula a titulação, a dedicação exclusiva e a certificação de conhecimentos”.

A proposta garante ao professor com doutorado e dedicação exclusiva salário inicial de R$ 8,4 mil. A remuneração dos professores que já estão na universidade, com título de doutor e dedicação exclusiva, aumentará de R$ 7,3 mil para R$ 10 mil.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Inep prorroga prazo de inscrição de servidores para trabalhar no Enem
ATIVIDADE REMUNERADA

Inep prorroga inscrição para trabalhar no Enem

Adolescente morre asfixiado ao ficar com cabeça presa em janela
MORTE A ESCLARECER

Adolescente morre ao ficar com cabeça presa em janela

Recadastramento de pescadores começa em agosto
REGISTRO PROFISSIONAL

Recadastramento de pescadores começa em agosto

Dica da Semana: “A Voz do Silêncio”
Via Streaming

Dica da Semana: “A Voz do Silêncio”

Mais Lidas