quarta, 18 de julho de 2018

CORRUPÇÃO

Governo expulsou quase 3 mil servidores

10 JAN 2011Por AGÊNCIA BRASIL15h:21

Nos últimos oito anos, 2.969 servidores do Poder Executivo foram expulsos da administração pública por prática de corrupção. A informação faz parte de um levantamento feito pela Controladoria-Geral da União (CGU) e divulgado hoje (10).

De acordo com a CGU, entre 2003 e 2010, foram demitidas 2.544 pessoas, 247 perderam cargos comissionados e 178 tiveram a aposentadoria cassada. O principal motivo das expulsões, segundo o relatório, foi o uso do cargo para obtenção de vantagens (1.579 casos ou 33,48% do total de expulsões). A improbidade administrativa foi verificada em 933 casos, 285 servidores foram expulsos por receber propina e, por lesão aos cofres públicos, 172 perderam os cargos.

Em 2010, conforme balanço da CGU, 521 servidores foram punidos por práticas ilícitas no exercício da função, 18,94% a mais em relação a 2009, quando 438 agentes públicos foram expulsos do serviço público. O principal tipo de punição aplicada no ano passado foi a demissão, com 433 casos. Foram aplicadas ainda 35 penas de cassação de aposentadoria e 53 de destituição de cargo em comissão.

Leia Também