TEMPO DE TRABALHO

Governo estuda alterar fator previdenciário

Governo estuda alterar fator previdenciário
03/07/2012 14:49 - G1


A ministra de Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, afirmou nesta terça-feira (3) que o governo estuda propor uma “fórmula móvel” para o cálculo do tempo de trabalho e a idade do brasileiro na hora de se aposentar.

Uma das propostas de mudança do chamado “fator previdenciário” é a fórmula 85/95, na qual a aposentadoria seria concedida quando a soma da idade e do tempo de contribuição totalizasse 85 anos para mulheres ou 95 anos para homens.

A ministra, contudo, defendeu uma fórmula móvel. O que significa que a fórmula pode ser alterada à medida que aumentar a expectativa de vida do brasileiro. Ideli ponderou que a mudança no tempo de vida médio pode deixar o cálculo defasado.

“Num determinado patamar, ela pode ser adequada. Basta a expectativa de vida crescer mais 5 ou 10 anos, que essa fórmula já fica também defasada. Houve sinal por parte do líderes da possibilidade de nós fazermos uma espécie de fórmula móvel”, declarou Ideli durante café da manhã oferecido por ela a jornalistas, no Palácio do Planalto.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".