SAÚDE

Governo envia ajuda de R$ 3,2 milhões para Campo Grande

Governo envia ajuda de R$ 3,2 milhões para Campo Grande
01/03/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Com a paradeira da atual administração municipal, o Governo do Estado resolveu socorrer a Prefeitura de Campo Grande e vai empenhar um adicional de R$ 3,2 milhões em projetos parados na Capital. O dinheiro vai servir para ajudar a Santa Casa da cidade e retomar projeto que protege o pedestre no trânsito, segundo reportagem na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

O “socorro” foi anunciado pelo próprio governador André Puccinelli, durante evento ontem na governadoria. A maior parte da verba, R$ 1,8 milhão, será destinada para a Santa Casa de Campo Grande. O montante não inclui as parcelas de R$ 750 mil que o Governo vem pagando, referentes à negociação da dívida do hospital.

“São três planos de trabalho que não teríamos que fazer, e sim a Prefeitura de Campo Grande”, afirmou o governador. “Mas, independentemente do prefeito, sempre tivemos parcerias com as cidades”, emendou.

Os repasses de custeio da Santa Casa também são realizados à parte, e o dinheiro anunciado pelo Governo é um reforço no caixa da instituição. Para o hospital, o investimento tem como objetivo ampliar a capacidade de internamento para a população da Capital. A reportagem é de Vinícius Squinelo.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".