terça, 17 de julho de 2018

QUEDA

Governo de Cuba confirma a morte de 68 pessoas em avião

5 NOV 2010Por 09h:07

O site oficial Cubadebate.cu e a versão digital do jornal estatal "Granma" reproduziram um comunicado das autoridades de aviação civil de Cuba, confirmando a morte de todos os 68 passageiros a bordo do ATR-72 da AeroCaribbean que caiu na Província de Sancti Spiritus em meio ao voo 833, de Santiago de Cuba à Havana, na noite de ontem.

O governo informou ainda que no momento há equipes de especialistas no local, investigando as causas do acidente.

No local, a cerca de 20 quilômetros da cidade de Sancti Spiritus (capital da Província de mesmo nome) estão sendo feitas operações de resgate desde o momento do acidente e o acesso ao ponto onde a aeronave caiu está controlado.

Um dos policiais que vigiam a área disse que apenas há poucas horas foi possível apagar o fogo gerado pela queda do avião. Próximo do local da queda, há uma multidão de veículos estacionados e circulam caminhões de bombeiros e ambulâncias.

Antes da queda a tripulação chegou a fazer um alerta de emergência, mas logo depois perdeu contato com os serviços de controle aéreo.

No avião viajavam 40 cubanos, sete deles membros da tripulação, e 28 cidadãos estrangeiros de dez nacionalidades: nove argentinos, sete mexicanos, três holandeses, dois alemães, dois austríacos, um espanhol, um francês, um italiano, um japonês e um venezuelano.

EMERGÊNCIA

O piloto do avião relatou às 17h42 locais (20h42 em Brasília) "uma situação de emergência, perdendo contato com os serviços de controle de tráfego aéreo" logo em seguida.

"Neste momento, as autoridades aeronáuticas e regionais estão apurando detalhes do fato, e foi criada uma comissão para investigar o acidente".

O comunicado oficial não revela se no momento da queda prevalecia o mau tempo na região, de onde se aproxima a tormenta tropical Tomas, colocando a ilha em estado de alerta.
 

Leia Também