terça, 14 de agosto de 2018

SALDO

Governo avalia como positiva visita de Obama

20 MAR 2011Por 00h:02

A visita ao Brasil do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deixa um saldo positivo. A avaliação é do governo brasileiro, segundo o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Tovar Nunes. O diplomata disse que os reflexos da visita estão presentes nas perspectivas de ampliação do diálogo entre norte-americanos e brasileiros, o reconhecimento do Brasil no cenário mundial e a troca de tecnologia para pesquisas sobre pré-sal.

Tovar afirmou que nas conversas e nos discursos de ontem (18), Obama surpreendeu os brasileiros. “A visita foi mais positiva do que se esperava porque houve interação do diálogo, reconhecimento do Brasil como ator global e sinalizações para a troca de tecnologia para o pré-sal”, disse ele.

Ao longo do dia, Obama reiterou o interesse norte-americano em ampliar as parcerias econômicas e comerciais com os brasileiros. Ele destacou que é favorável à reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas e apoia o pleito brasileiro, mas não foi objetivo ao citar a candidatura do Brasil, que deseja ser membro permanente do órgão.

O presidente norte-americano afirmou também que o Brasil e os Estados Unidos têm vários aspectos comuns e agradeceu a forma como os brasileiros o receberam. Em português, ele disse que foi “simpático” o modo como o Brasil o recepcionou.

Obama e Dilma se reuniram sozinhos, depois de uma conversa da qual participaram os ministros Guido Mantega (Fazenda), Antonio Palocci (Casa Civil), Antonio Patriota (Relações Exteriores), Izabella Teixeira (Meio Ambiente) e Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), além do assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia.

Leia Também