Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MATO GROSSO DO SUL

Governo arrecada R$ 95 milhões com Refis da dívida

21 FEV 14 - 00h:00OSVALDO JÚNIOR

O Programa de Recuperação Fiscal (Refis) proporcionou receita de R$ 95 milhões aos cofres do governo de Mato Grosso do Sul, informou ontem o secretário de Fazenda Jader Julianelli. O valor supera a expectativa da pasta e representa aumento de 115% na comparação com o resultado do Refis anterior, de 2009, quando o Estado arrecadou R$ 44 milhões.

Na avaliação do secretário, o crescimento decorreu do aprimoramento do último programa, caracterizado pelo alargamento das vantagens às empresas inadimplentes, sobretudo para os negócios de pequeno e médio porte, além da maior divulgação do assunto pela imprensa. Ele acrescenta que a parceria entre diversas entidades representantes da indústria, serviços e comércio também favoreceu a arrecadação além do esperado.

Julianelli informou, ainda, que a expectativa era de incremento entre 20% e 30% em relação ao arrecadado em 2009. Ou seja, esperava-se receita de até R$ 57 milhões. O montante que, de fato, entrou nos cofres estaduais é 66% superior ao projetado inicialmente.

O secretário não soube precisar o número de empresas que aderiram ao Refis. Apenas informou ter ficado dentro da expectativa.

O Refis de 2013 contemplou contribuintes com débitos (inscritos ou não na dívida ativa) consolidados até 31 de julho daquele ano. Todas as empresas que pagaram o débito à vista tiveram desconto total de juros e multas. Em se tratando de pagamento parcelado, os prazos e descontos variaram conforme o porte do estabelecimento. Para empresas não optantes do Simples, a redução dos juros e multas foi de até 80%. Já as micro e pequenas empresas (optantes do Simples) tiveram redução de até 85% dos juros e multas.

Além disso, as empresas devedoras não inscritas na dívida ativa e manifestaram espontaneamente seus débitos tiveram 5% de redução acrescidos aos descontos oferecidos aos demais contribuintes. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU
POLÍTICA

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU

Produto vencido poderá <br>ser trocado por outro grátis
DIREITO DO CONSUMIDOR

Produto vencido poderá
ser trocado por outro grátis

Justiça de SP aceita denúncia contra seguranças por tortura de jovem
BRUTAL

Justiça de SP aceita denúncia contra seguranças por tortura de jovem

Campo Grande recebe evento sobre investimento de imigração nos EUA
INFORME PUBLICITÁRIO

Campo Grande recebe evento sobre investimento de imigração nos EUA

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião