Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Governo admite reduzir o número de sedes para Copa

24 ABR 10 - 07h:06
Comandatuba, Bahia

O ministro dos Esportes, Orlando Silva, admitiu ontem que o governo tem um “Plano B” caso o cronograma de obras previsto para a Copa do Mundo de 2014 não seja cumprido: a redução de doze para oito do número de cidades que irão sediar a competição.
“No caso de ultrapassar o período de início das obras, o “Plano B” para a Copa do Mundo é a exclusão das cidades”, disse Silva, durante sua participação no Fórum Empresarial de Comandatuba, na Bahia.

Os estádios selecionados para a Copa do Mundo terão de passar por reformas para atender às exigências da Fifa e alguns vão ser construídos em sua totalidade. “Posso assegurar que, se uma cidade não cumprir o prazo para início das obras, em 3 de maio, corre o risco de ser excluída da Copa do Mundo. Nosso plano de contingência é para eliminar aqueles que não cumpram este prazo”, disse Orlando Silva.

O ministro explicou que a Fifa exige um mínimo de oito lugares, enquanto o Brasil quer fazer a Copa do Mundo em doze cidades. “A decisão de fazer a Copa do Mundo em doze cidades foi do presidente (Luiz Inácio Lula da Silva), de modo que todas as regiões do Brasil receberiam jogos, mas a Fifa exige apenas oito cidades”, explicou.
Os doze locais escolhidos são: Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Manaus, Recife, Fortaleza, Natal e Cuiabá.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Panqueca americana de banana <br>é receita para qualquer hora
RÁPIDO E FÁCIL

Panqueca americana de banana é receita para qualquer hora

RENDA FAMILIAR

Informalidade e benefícios respondem por 40% da renda das famílias do País

Prefeitura de Barão de Cocais decreta feriado para treinar população
RISCO DE ROMPIMENTO DE BARRAGEM

Prefeitura de Barão de Cocais decreta feriado para treinar população

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Os abusos do Ministério Público"

Mais Lidas