Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

o quanto antes

Governistas tentam votar hoje
MP do Código Florestal

5 SET 12 - 08h:57TERRA

A presidente Dilma Rousseff quer a votação em plenário da medida provisória (MP) n.º 571, que trata do Código Florestal. O governo vai tentar votar o texto hoje (5), no plenário da Câmara. A ideia dos governistas é votar o texto aprovado na comissão especial e deixar para a presidente o veto dos pontos dos quais discorda.

"O que a presidente quer é que haja uma decisão do Congresso sobre isso. Obviamente que a prerrogativa dela (de veto) está completamente mantida. Ela só sinalizou que espera que o Congresso delibere o quanto antes sobre essa matéria, que é de muita importância para o País", diz o senador Jorge Viana.

A comissão especial do Congresso que avaliava o texto aprovou a MP com as alterações propostas no dia 28 de agosto. A principal delas alterou a chamada regra da "escadinha", que regulamenta a recomposição de áreas de preservação permanente em torno de cursos d'água. Pelo texto original, quanto maior a propriedade rural, maiores seriam as obrigações de recomposição, mas a proposta foi alterada pelos parlamentares, o que desagradou a presidente.

Dilma criticou as mudanças na MP. "A presidenta quer que haja uma decisão, porque ela fez uma medida provisória com grandes ganhos para os pequenos proprietários e com proteção do meio ambiente e quer um desfecho", acrescenta. A MP precisa ser votada em plenário até o dia 8 de outubro, quando perde a validade.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

JUSTIÇA SUSPENDEU

Bolsonaro diz que vai manter passaporte diplomático de Edir Macedo

DIREITOS HUMANOS

Brasil cai três posições em ranking de liberdade de imprensa

SEMANA SANTA

Papa Francisco lava pés de brasileiro e outros 11 presos

Decisão de Toffoli libera Lula <br>para conceder entrevista
LIMINAR PERDEU EFEITO

Decisão de Toffoli libera Lula
para conceder entrevista

Mais Lidas