Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

AGENDA

Governador assina termo de cooperação e lança livro hoje

27 OUT 2010Por NOTÍCIAS MS07h:49

O governador André Puccinelli receberá hoje empresários paraguaios e a diretoria da Fiems, às 10h30min, em seu gabinete para a assinatura de um termo de cooperação entre o governo do Estado e a Rede de Investimentos e Exportações do Paraguai.

Será lançado, às 19 horas, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, o livro "Mato Grosso do Sul - Criação e Instalação 30 anos", que registra o processo de emancipação política do Estado, contado por mais 20 personalidades que fizeram parte da história da divisão do então Mato Grosso.

 Desenvolvido pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, por meio da Gerência de Patrimônio Histórico-Cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, o projeto é coordenado por Deborah Passarelli Barros de Souza. Segundo ela, o livro é uma reprodução de entrevistas gravadas por ela no Museu de Imagem e Som (MIS), localizado no Memorial da Cultura. “Cada uma dessas pessoas dedicou um grande tempo para contar, do seu ponto de vista, como tudo aconteceu. Esse trabalho, além de ser uma referência sobre a nossa história, é uma reverência àqueles que ajudaram a criar o nosso Estado”, resume. 

O material impresso traz, além das entrevistas, fotografias e documentos históricos que enriquecem o catálogo. A reprodução de panfletos e convites de passeatas, a posse de Harry Amorim Costa como primeiro governador, a instalação da Assembleia Legislativa, a festa popular a bordo de Chevettes e Brasílias na tranquila rua 14 de Julho. O vídeo, com mais de uma hora de gravação dos depoimentos, também complementa a obra e está a disposição no acervo do MIS como material de pesquisa. 

A obra é lançada no mês em que Mato Grosso do Sul completa 33 anos de criação. A assinatura da lei de criação do Estado aconteceu em 11 de outubro de 1977 e sua efetiva instalação ocorreu em 1º de janeiro de 1979. Apesar de jovem, os movimentos separatistas inspirados pelo desenvolvimento desigual entre o norte e o sul do antigo Estado de Mato Grosso remontam do século passado e são rememorados pelos depoentes do livro. 

Essa “juventude” foi o que motivou a obra, proposta para democratizar o acesso à história do Estado. “As pessoas que fizeram parte de todo o processo de criação e instalação ainda estão aqui para contar as suas vivências, que se confundem com o início da trajetória política, econômica, social e cultural de Mato Grosso do Sul”, finaliza Deborah Passarelli.  

O catálogo reúne depoimentos de Afonso Simões Corrêa (membro da comissão especial para implantação do Estado), Flávio Benjamin Corrêa da Costa (membro da liga sul-mato-grossense), Gilka Martins (filha de Demósthenes Martins), Hildebrando Campestrini (presidente do Instituto Histórico e Geográfico), João Pereira da Rosa (primeiro reitor da UFMS), José Couto Vieira Pontes (juiz, escritor e um dos membros fundadores da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras), José Fontanilhas Fragelli (ex-governador de Mato Grosso), Maria da Glória Sá Rosa (pioneira na difusão das áreas da cultura e da educação), Marisa Bittar (historiadora), Ruben Figueiró (deputado federal na ocasião da criação do Estado), Tarsila Barros de Souza (artista plástica, membro da comissão para escolha dos símbolos de Mato Grosso do Sul), Wilson Barbosa Martins (ex-governador), Luiz Umberto Aspesi (primeiro funcionário público do Estado), o fotógrafo Roberto Higa e também de Heliophar de Almeida Serra, Eduardo Contar Filho, Jorge Antônio Siufi, Nelson Trad, entre outros relatos.

Leia Também