Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Google vai começar a punir sites piratas nos resultados de buscas

Google vai começar a punir sites piratas nos resultados de buscas
11/08/2012 12:30 - techtudo


O Google anunciou nessa sexta-feira (10) que pretende punir sites com conteúdo piratas nos resultados de buscas. O novo mecanismo, que vai começar a valer na próxima semana, tem como objetivo diminuir no ranking da página todos os sites que geram infrações de direitos autorais. Para a empresa, a medida visa ajudar os usuários a encontrar fontes de qualidade legítimas e com maior facilidade. Na prática, isto significa que o usuário ao efetuar uma busca de um filme, por exemplo, encontrará sites pagos ou que estejam dentro da lei - ao contrário de páginas que disponibilizam torrents e arquivos em sites de compartilhamentos ilegais.

No blog oficial do Google foi revelado que o algoritimo de indexação jogará as páginas ilegais para baixo. No entanto, a companhia enfatiza que os sites não serão excluídos, mas perderão a relevância nas pequisas. De acordo com a empresa há uma grande quantidade de pedidos de remoção de URL que violam as leis. No último mês foram gerados 4,3 milhões de pedidos – resultado maior que o total de todo o ano de 2009.

Vale lembrar que os sites que violam os direitos autorais só podem ser removidas mediante ordens judicias. Desde maio deste ano, a Gigante da Internet tem uma página exclusiva que exibe os pedidos de remoção de páginas consideradas ilegais.

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!