Google lança app do Analytics para smartphones e tablets

Google lança app do Analytics para smartphones e tablets
08/07/2012 04:00 - techtudo


O Google lançou na última semana um aplicativo que vai ser um grande aliado daqueles que trabalham com análise de estatístcas na Internet ou dos que possuem uma página na web e precisam checar o número de visitas no portal. O Analytics, serviço de análise de audiência do Google, agora pode ser baixado para smartphones e tablets, para ser checado pelos seus usuários a qualquer momento.

O programa nada mais é do que uma versão “menor” do já tradicional serviço, com boa parte das funções do original, como acompanhamento em tempo real, relatório de acessos segmentado por local e tipo de aparelho, além do Dashboard. O Google Analytics App é essencial para quem precisava passar o dia inteiro na frente do computador para acompanhar o desempenho de suas páginas.

Além disso, a empresa lançou também o Mobile App Analytics, seguindo o mesmo modelo do serviço de análise de popularidade, mas voltado para o mercado de aplicativos para dispositivos móveis. Com ele, os desenvolvedores de apps vão poder estudar melhor os números de seus programas, também segmentados por região, sistema operacional, dispositivos, entre outros filtros.

O primeiro app já está disponivel gratuitamente para usuários do Android, enquanto o segundo ainda está em fase beta para desenvolvedores. Ainda não se sabe se as duas ferramentas serão integradas no futuro ou se atuarão só de forma individual.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".