Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TECNOLOGIA

Google anuncia trabalhar em versão do Android para relógios

Google anuncia trabalhar em versão do Android para relógios
10/03/2014 23:00 - FOLHAPRESS


O Google lançará dentro de duas semanas um pacote de ferramentas para o Android voltado para fabricantes de relógios conectados e outros exemplos de computadores vestíveis, anunciou o executivo responsável pelo sistema e outras plataformas dentro do Google, Sundar Pichai.

Pichai, que falou durante o festival SXSW Interactive, que é realizado até amanhã, em Austin, nos EUA. "Queremos criar um conjunto de protocolos pelos quais eles [desenvolvedores] possam trabalhar juntos", disse. "Quando dizemos 'vestíveis', estamos pensando muito mais amplamente."

Recentemente, surgiram rumores de que o Google estaria criando, junto com a LG, seu primeiro relógio inteligente. Pichai não comentou sobre a possibilidade de sua empresa estar criando um "smartwatch", contudo.

O Android é o sistema operacional do Google para tablets e celulares, mas que vem sendo empregado também em "smartwatches" (caso do Galaxy Gear, da Samsung), TVs, câmeras, videogames, sistemas de entretenimento de automóveis e geladeiras. 

À BBC, o analista Geoff Blaber, da CCS Insight, disse que o movimento é "lógico". "Da perspectiva do Google, é essencial que introduza alguma consistência nesse espaço de vestíveis, que está se fragmentando rapidamente."

A Samsung, que usava android em seus relógios conectados, deixou de usar o software em um nome do Tizen, cujo desenvolvimento é em parte responsabilidade da empresa sul-coreana, junto com Intel, Panasonic, Huawei, entre outras.

O Smartwatch 2, da Sony, também roda Android, na sua versão 4.0 (Ice Cream Sandwich).

O SXSW Interactive faz parte de uma série de festivais da South by Southwest. O SXSW Film, por exemplo, está sendo realizado desde a última sexta até o próximo sábado e, o SXSW Music, vai de amanhã a sábado.
 

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.