Gol, Uno e Palio perdem mercado em janeiro

Gol, Uno e Palio perdem mercado em janeiro
06/02/2014 03:00 - Folhapress


Os líderes perderam mercado no melhor janeiro da história para a indústria automotiva. De acordo com dados da Fenabrave (Federação das Distribuidoras de Veículos), o Volkswagen Gol e os Fiat Uno e Palio venderam menos na comparação com o mesmo mês de 2013.

O compacto VW teve 21.671 unidades comercializadas no mês passado, uma queda de 2,98% na comparação com o ano anterior.

No caso da Fiat, as perdas foram ainda maiores. O Uno registrou 13.629 emplacamentos, queda de 24,39% em relação ao mesmo período em 2013. O Palio passou de 17.358 para 12.603 (retração de 27,39%) e perdeu o terceiro lugar para o Fiesta.

De acordo com dados Fenabrave (Federação das Distribuidoras de Veículos), foram emplacadas 13.179 unidades do modelo Ford em janeiro.

A conta soma as vendas do modelo chamado New Fiesta e da versão antiga, Rocam, que deverá sair de linha no segundo semestre, logo após a estreia do novo Ka.

A maior concorrência no setor de veículos compactos e o fim da produção do Mille (cujas vendas eram somadas às do Uno) ajudam a explicar as mudanças no topo do ranking.

VW e Fiat estão realinhando seus produtos de entrada. A montadora alemã lança seu novo compacto, o Up!, nesta semana. Já a fabricante de origem italiana reduziu o preço do Palio Fire (a partir de R$ 23.990) para posicioná-lo na vaga do Mille e prepara uma leve mudança visual na linha Uno.

De acordo com a Fenabrave, houve crescimento de 0,98% no total de emplacamentos de automóveis e comerciais leves na comparação entre janeiro de 2014 (299.768 unidades) e o mesmo mês em 2013 (296.852).

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".