245 QUILOS

Gol transportava maconha sob bancos, caixa de som e fundo falso

Gol transportava maconha sob bancos, caixa de som e fundo falso
02/09/2012 14:15 - DA REDAÇÃO


Um homem de 31 anos foi preso por tráfico de drogas, ontem (02),  por policiais militares rodoviários. A guarnição realizava fiscalização em frente à base, no quilômetro 148 da MS-276, quando um VW/Gol foi abordado com placas de identificação de Campo Grande. Quando solicitado os documentos de porte obrigatório ao condutor, ele apresentou muito nervosismo, o que levou os policiais a realizarem buscas minuciosas no veiculo

Foi constatado que a placa e documento apresentado, após checagem, pertencia a um VW/Gol de Ponta Porã. Embaixo do banco do passageiro as placas originais do veiculo e na carteira do condutor foi encontrado o documento original do veiculo. Tratava-se de um veículo de Presidente Prudente/SP. Sob os bancos dianteiros e traseiros, em uma caixa para som que estava no bagageiro e em fundo falso do veiculo foram localizados 225 tabletes de maconha que pesaram 245 kg.

O acusado disse que foi contratado por uma pessoa, também residente em Barrinha/SP, para fazer um serviço de gesso em Ponta Porã e quando chegou o contratante disse que não tinha dado certo o tal serviço. O desconhecido teria dito que havia comprlado o Gol em Ponta Porã e o pediu para que ele o levasse até Barrinha, dando lhe a quantia de R$ 2 mil. Veiculo, droga e detido foram encaminhados para Delegacia de Ivinhema.  

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".