Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

MATO GROSSO DO SUL

Geração de empregos mais que duplicou

22 JAN 2011Por DA REDAÇÃO14h:05

Mato Grosso do Sul registrou em 2010 saldo de geração de 27.975 empregos celetistas, incorporando as declarações entregues fora do prazo e os acertos de declarações de janeiro a novembro de 2010. Os dados são do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged/Ministério do Trabalho e Emprego). Esse resultado representa mais que o dobro dos empregos gerados em 2009, quando as contratações com carteira assinada somaram no ano 12.900 de saldo.

Os setores de atividade econômica que mais contribuíram para a expansão em 2010 foram os Serviços (+10.177 postos), a Indústria de Transformação (+7.596 postos), o Comércio (+7.436 postos) e a Construção Civil (+2.128 postos).

Em dezembro, por razões sazonais que marcam a série do Caged (entressafra agrícola, férias escolares, período de chuvas, esgotamento da bolha de consumo no final do ano), ocorreu declínio de 2,01% no nível de emprego, equivalente a -8.369 postos de trabalho. No acumulado do ano, no entanto, as admissões superaram os desligamentos com uma diferença maior que a registrada em 2009.

A análise do comportamento do emprego segundo setores de atividade mostra que a sazonalidade de dezembro não impediu que no acumulado anual os resultados fossem quase integralmente positivos. Com a exceção do setor “Administração Pública”, que variou negativamente em 74 postos, as demais atividades fecharam o ano com números positivos:

O acumulado do ano inclui as declarações recebidas fora do prazo e os acertos no período de janeiro a novembro de 2010.

Em 2009, segundo os dados do Caged, foram gerados 12.900 empregos celetistas, equivalente à expansão de 3,48% no estoque de assalariados com carteira assinada de dezembro de 2008.

Leia Também