Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

especial

Genoino será assessor de Jobim

10 MAR 2011Por folha online14h:43

Ex-guerrilheiro, ex-presidente do PT e réu no processo do mensalão, José Genoino foi confirmado nesta quinta-feira como assessor especial do ministro da Defesa, Nelson Jobim.

O petista, apesar do passado de combate à ditadura militar, tem bom trânsito entre os militares.

Sua nomeação já era esperada depois de ter ficado sem cargo ao ser derrotado nas últimas eleições para deputado federal, por São Paulo.

Deputado desde 1982, com um intervalo no período entre 2002 e 2006, quando tentou o governo de São Paulo, Genoino é o terceiro suplente da coligação encabeçada pelo PT em São Paulo. Como assessor especial, passará a ganhar R$ 8.988 por mês.

No processo do mensalão, Genoino responde por corrupção ativa e formação de quadrilha. Na época, ele era presidente do PT.

No início da década de 1970, o ex-deputado lutou na Guerrilha do Araguaia, foco de resistência à ditadura na região amazônica. Genoino acabou capturado pelos militares em 1972.

Leia Também