Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

IMBRÓGLIO

GDF vai recorrer da decisão que suspendeu as obras ao redor do Mané Garrincha

1 MAR 14 - 13h:45AGÊNCIA BRASIL

O governo do Distrito Federal (GDF) vai recorrer da decisão judicial que suspendeu as obras em torno do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. Em nota, o GDF alega que optou por fazer uma licitação única no projeto de revitalização da área central de Brasília em virtude da interligação das obras. “As licitações separadas poderiam interferir umas nas outras e causar problemas futuros”, informa o texto.

A Justiça do Distrito Federal suspendeu o edital de licitação das obras a pedido do Ministério Público. Sustenta que as obras de urbanização e paisagismo, para atender às exigências da Federação Internacional de Futebol (Fifa), terão custo superior a R$ 300 milhões.

De acordo com o Ministério Público, uma única licitação para todas as obras viola a Lei de Licitações e retira o caráter competitivo da ação. O edital prevê a contratação de obras de urbanização e paisagismo do Complexo Ayrton Senna, a construção de túneis de ligação do Centro de Convenções para o estádio e do Parque da Cidade para o Clube do Choro, além da interligação entre as vias W4/W5 Sul/Norte e a urbanização da área próximo ao Centro de Convenções.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dinheiro público poderá pagar advogado de acusado de corrupção
COBRE SEU SENADOR

Dinheiro público poderá pagar advogado de acusado de corrupção

Conheca os novos modelos HB20: Veja o vídeo.
CORREIO VEÍCULOS

Conheca os novos modelos HB20: Veja o vídeo.

Shopping vai pagar só metade do IPTU; centro de convenções ganha isenção
BOSQUE DOS IPÊS

Shopping vai pagar metade do IPTU nos próximos cinco anos

Prefeito avalia que demorou para organizar cidade
CAPITAL

Prefeito avalia que demorou para organizar cidade

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião