Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

DIFERENTE

Gato de duas cabeças morre em Ladário

5 NOV 2010Por DIARIO ONLINE16h:24

Morreu na manhã desta sexta-feira, 05 de novembro, o filhote de gato que nasceu com duas cabeças em Ladário. “Nesses dois dias a rotina em casa mudou por causa deste gatinho. Revezávamos para alimentá-lo, pois ele não tinha equilíbrio para mamar na mãe. Ficamos muito tristes com a morte do bichinho. Devido à dedicação que tivemos acabamos nos apegando. Por volta das 10 horas da manhã quando eu o peguei para alimentá-lo novamente, ele já estava sem respirar. Não tivemos tempo nem de dar um nome para ele”, lamentou Márcia Helena Mercado, dona do animal, que nasceu no último dia 02.

O filhote nasceu de uma gata vira-lata chamada Bibi, que havia cruzado com um gato de sua própria cria, disse Márcia. A gata deu à luz a seis gatinhos no bairro Santo Antônio. Um deles não sobreviveu e morreu. Ao conferir a ninhada, a dona da gata se deparou com uma situação jamais esperada: um dos filhotes tinha duas cabeças.

O gatinho de duas cabeças chamou a atenção de toda a população da região, afinal, casos assim, ocorrem num universo de 1 entre um milhão de gatos. É mais comum que aconteça com outros animais, em especial serpentes e tartarugas, segundo o site norte-americano Hype Science.

O animalzinho tinha o corpo igual a qualquer filhote, com quatro patas e o abdômen normal. Já as cabeças pareciam ter estrutura normal. O gatinho tinha quatro olhos, dois narizes e duas bocas. As cabeças eram interligadas, como se dividissem a massa encefálica.

A veterinária Viviane Ametlla, gerente de Vigilância em Saúde de Corumbá, explicou ao Diário que tratava-se de uma mutação genética, que geralmente ocorre quando há a cruza entre animais consanguíneos (parentes). Fonte: Diário Corumbaense (www.diarionline.com.br).

Leia Também