domingo, 15 de julho de 2018

PESQUISA

Gasto com segurança pública cresce 15% no Brasil, aponta ONG

14 DEZ 2010Por FOLHA ONLINE10h:45

O Brasil gastou R$ 45,6 bilhões com segurança pública no ano passado, um crescimento de 15% em relação aos investimentos feitos em 2008. A informação é da ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que apresenta os dados de seu relatório anual nesta terça-feira em São Paulo. Além dos gastos, no Anuário 2010 foram compiladas informações sobre ocorrências criminais, efetivos policiais, presos provisórios, e a atuação dos Estados e municípios na segurança pública.

De acordo com o levantamento, as despesas do governo federal na área cresceram 22% na mesma comparação. Foram R$ 5,9 bilhões em 2008 e R$ 7,2 bilhões em 2009.

Pelos cálculos da ONG, as despesas efetuadas na função segurança pública pela União, Estados e municípios dobraram desde 2003: saltaram de cerca de R$ 22,5 bilhões para os R$ 45,6 bilhões em 2009.

De acordo com o Anuário, somente o gasto da União cresceu 202% a partir de 2003, enquanto as despesas de Estados e do Distrito Federal, no mesmo período, aumentaram 96%.

Também foi notado um aumento por parte dos municípios, que declararam um gasto de cerca de R$ 2 bilhões em 2009, o que corresponde a um aumento de 168% na comparação com 2003. A inflação medida pelo IPCA entre 2003 e 2009 ficou em torno dos 40%.

As estatísticas do relatório foram obtidas a partir do levantamento e cruzamento de dados coletados em órgãos como a Secretaria Nacional de Segurança Pública, Secretarias de Segurança dos Estados, no SUS (Sistema Único de Saúde), na Secretaria do Tesouro Nacional, entre outros.

Estados

São Paulo continua a ser o Estado com o maior volume destinado à segurança, com recursos na casa dos R$ 10 bilhões em 2009 --13% de aumento ante 2008. Os maiores crescimentos, porém, ocorreram no Rio Grande do Sul, Piauí, Distrito Federal e Ceará, todos acima de 40%.

Um dos dados que mais chamaram a atenção dos pesquisadores foi a queda de 25% no valor nominal investido no Rio de Janeiro, que recentemente foi palco de grandes operações que mobilizaram todos os braços da segurança pública.

Em 2008, o Estado gastou cerca de R$ 4,9 bilhões com segurança, valor reduzido para cerca de R$ 3,7 bilhões em 2009. A maior queda, segundo a ONG, ocorreu na área de informação e inteligência (63%).

Além do Rio, apenas Roraima também diminuiu os investimentos, com queda de 7,6%.

Leia Também