Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

IPCA-15

Gasto com educação puxa alta na inflação

22 FEV 2011Por infomoney16h:56

Os gastos com educação foram os principais responsáveis pela alta do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15) no mês de fevereiro. De acordo com dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira (22), o grupo educação registrou avanço de 5,88% no mês e contribuiu com 43% do total do índice, que acelerou para 0,97% no período (ante 0,76% em janeiro).

Segundo o IBGE, os números são resultados dos reajustes verificados no início do ano letivo, especialmente os aumentos nas mensalidades dos cursos de ensino formal, que avançaram 6,41% e foram responsáveis pela maior contribuição individual de fevereiro (0,31 ponto percentual).

Capitais
Entre as capitais, a maior alta em educação aconteceu em Salvador, com variação de 7,33% em fevereiro, em comparação com janeiro. Logo em seguida, aparecem as cidades de São Paulo, com 6,42%, e Belém, com 6,31%. Já a variação menos expressiva foi verificada em Fortaleza (0,82%).

Grupos
Nas mensalidades dos cursos diversos (idioma, informática etc), houve variação de 8,22% em fevereiro, com destaque para o Distrito Federal, com alta de 11,07%, seguido por Rio de Janeiro (10,42%) e São Paulo (10,27%).

Já o item papelaria apresentou variação mais modesta, de 1,69%. Entre as capitais analisadas, Curitiba teve aumento de 3,01%, enquanto em Belém os preços ficaram praticamente estáveis (+0,08%).

O subgrupo leitura variou 0,82% em fevereiro, segundo o IBGE. A maior alta ocorreu em Belo Horizonte, de 1,85%, seguida pelo Distrito Federal (1,12%).

Acumulado
No acumulado de 12 meses, os gastos com educação apresentam variação de 7,52%. As maiores altas do período foram apuradas em Salvador (8,85%), Rio de Janeiro (8,73%) e Fortaleza (8,33%).
 

Leia Também