Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

MOCHILANDO

Gaste menos em Paris!

1 OUT 2010Por Rosana Siqueira10h:33

Eles se acham viajantes superiores a nós, pobres turistas mortais, que viajam de pacote. Enquanto andamos de van refrigerada com destino definido, eles enfrentam a aventura de pegar um metrô ou ônibus conhecendo os locais. Enquanto comemos em lugares indicados pelos guias de turismo, ele comem nos lugares mais baratos e descolados. Resumindo eles conhecem os points mais badalados e ainda gastam menos. Mas têm lá sua razão.

Saber pegar um metrô em Paris, pode te levar a todos os pontos turísticos de forma rápida, segura e com muita economia. Lá a passagem custa E$ 1,60 cada uma. Mas para economizar você pode comprar o que eles chamam de plein tarif, que traz 10 passagens a um valor de E$ 11. Com os "billets" na mão e um mapinha da cidade que traz todos os pontos de metro (M), trens urbanos (RER) e os ônibus, o turista é capaz de sair da Torre Eiffel, na estação de Bir Hakeim e chegar a Anvers, pegar o "Funiculaire", uma espécie de bondinho que leva até Montmartre - o bairro mais alto de Paris- para tomar um café maravilhoso ou uma taça de Beaujolais em um dos pequenos bistrôs do famoso bairro boêmio e reduto de artistas, sob a sombra da Catedral de Sacré-Couer.

Ou então se preferir sair em frente ao museu do Louvre pulando na estação Palais Royal Museé do Louvre, sair dentro da estação que existe embaixo da pirâmide.

De metrô é possível sair do cemitério Pere Lachaise, após visitar o refúgio final de Jim Morrison e Edith Piaf (entre outros 70 famosos) e descer até as Catacumbas de Paris. Vale lembrar que o passeio nas catacumbas (uma cidade subterrânea, onde se escondiam os rebeldes da Revolução Francesa)- só funciona até as 16 horas e só recebe 200 visitantes por dia, por questão de segurança é claro!

 

"La Nuit"

A noite o transporte também é tranquilo. É possível sair do bairro de Bercy, na perifeira de Paris, e ir até a Champs Elyssés de metrô. Na rua mais cara do mundo, existem pelo menos duas grandes estações de metrô. Se parar na George V vai sair em frente com o Arco do Triunfo.

 

Histórias no subterrâneo

As estações são um capítulo à parte. Cada uma espelha as características do bairro onde está situada. Na estação do Louvre, por exemplo, é possível ver obras de arte que estação expostas no grande museu. Na estação de Monnaie-Paris grandes moedas e a história do dinheiro decoram o local. Na Bastille, paredes azulejadas mostram cenas da época da Revolução Francesa. Em outras, o metrô vai para a superfície, como no trecho que vai da Place D´Italie até Gare D Austerlitz, que passa sobre uma das pontes sobre o Sena e de onde se avista a Torre Eiffel. Vale a pena conferir!

Leia Também