Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Biodigestores

Gás Metano pode ser alternativa para substituir PCHs na geração de energia

5 OUT 2010Por Bruna Lucianer00h:00

 

Quatro Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) estão previstas para ser implantadas a curto prazo na Bacia do Alto Taquari: Calcutá, Lagoa Alta, Maringá e Ponte Vermelha terão potencial previsto para gerar, juntas, 18,5 MW de potência. Apesar de constituir fonte de energia renovável, os efeitos das PCHs refletem negativamente nos processos ecológicos dos cursos d’água onde são implantadas. No caso da Bacia do Alto Taquari, especificamente, existe preocupação sobre a capacidade do Pantanal de manter sua integridade funcional frente às mudanças no regime de descarga de água e sedimentos dissolvidos ou em suspensão do planalto para a planície pantaneira.
Apesar das tentativas de mitigação dos danos causados pelas PCHs, a Embrapa Pantanal recomenda a substituição da fonte de energia de PCH´s por outra alternativa na borda do Pantanal. Em artigo publicado em maio último, a Embrapa avalia que “é preciso percepção regional para verificar e identificar as fontes renováveis de geração de energia disponíveis e incentivar o desenvolvimento de sua vocação energética”. Como exemplo, cita o município de São Gabriel do Oeste, localizado a 130 quilômetros de Campo Grande, onde desenvolve-se o que vem se convencionando por “agrosuinocultura”.
 
Como funciona
A ideia é otimizar um dos potenciais econômicos do município, a suinocultura, de maneira a integrá-la totalmente ao reaproveitamento de resíduos. Como faz o produtor José Pinesso. Ele implantou o sistema em 2005 e, para ele, a suinocultura deve ser caracterizada de duas maneiras: antes e depois dos biodigestores. A granja de José, com aproximadamente 30 mil suínos, produz quatro mil metros cúbicos de biogás por dia. 25% deste total é utilizado na própria fazenda, na fertirrigação, o restante é queimado e comercializado como crédito de carbono. “Esse reúso dentro da produção garante uma economia anual de aproximadamente R$ 170 mil com energia elétrica”, estima o empresário.
 
Geração de energia
Existem no município de São Gabriel do Oeste aproximadamente 50 biodigestores em operação, produzindo em média 25 metros cúbicos de biogás por hora. Em conjunto, o sistema fornece uma excepcional quantidade de energia. Hoje o biogás é queimado quase que exclusivamente para a obtenção de créditos de carbono, embora possa e deva ter fins mais nobres, como a geração de energia elétrica renovável.
De acordo com a Embrapa Pantanal, caso existam investimentos do Setor Elétrico, o biogás da suinocultura pode substituir, em certa medida, as PCHs planejadas na Bacia do Alto Taquari. “Integrando a produção atual de biogás em São Gabriel do Oeste, e assumindo uma taxa de eficiência energética de 2,8 a 6 metros cúbicos de biogás por quilowatt-hora (kWh) e uma média de 10% da energia para uso na própria propriedade, seria possível disponibilizar no Sistema Interligado Nacional entre 3 e 7 MW de potência, o equivalente a 17% e 36% da potência prevista para as quatro PCHs planejadas na Bacia do Alto Taquari”, consta no artigo.

Leia Também