Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Ganso não se arrepende de polêmica e diz: Laor me joga contra a torcida

Ganso não se arrepende de polêmica e diz: Laor me joga contra a torcida
26/08/2012 03:00 - terra


O meia Paulo Henrique Ganso desabafou contra o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, após a vitória do Santos por 2 a 1 contra o Palmeiras neste sábado, no Estádio do Pacaembu, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 10 disse que o dirigente fica o "jogando contra a torcida" e afirmou não se arrepender da declaração de que gostaria de defender o São Paulo.

"Não me arrependo. Como eu falei, são grandes clubes, o São Paulo, Inter, Flamengo, não pode descartar nenhum deles. Estou tranquilo com a camisa do Santos e ajudando a sair vencedor", disse Ganso, que disparou contra Laor, que foi criticar o atleta publicamente durante a semana. "Foi uma coisa que o presidente não deveria ter feito, fica jogando sempre contra a torcida. Tenho a cabeça tranquila, contrato e estou aqui", definiu o meia.

O atleta enfrentou protestos da torcida do Santos ao longo do clássico. Apesar de não ter tido boa atuação, o atleta participou dos dois gols da equipe na partida. Foi Ganso quem sofreu a falta que originou o primeiro gol e também ele quem deu a assistência para o segundo tento, ambos feitos pelo atacante Neymar. Os adeptos gritaram contra o camisa 10 ao longo de todo jogo.

"Não é a primeira vez que a torcida pega no meu pé, sempre honrei a camisa e joguei machucado, isso ninguém fala. É ter tranquilidade agora. Não me senti pressionado, fiquei tranquilo e ajudei nos gols do Neymar", desabafou Ganso, que afirmou não ter falado com ninguém do São Paulo. "Não conversei com ninguém, procuro deixar eles resolverem lá fora e ajudar dentro de campo", concluiu.

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.