Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ministério da justiça

Games e aplicativos para celular ganham classificação indicativa

8 AGO 12 - 00h:00g1

O Ministério da Justiça, por meio de publicação no Diário Oficial, determinou que os games e aplicativos distribuídos gratuitamente ou vendidos por meio de download terão classificação indicativa de acordo com o padrão nacional, usado também em filmes e para programas de TV. Desse modo, os usuários serão informados sobre qual é a idade indicada para estes jogos e apps antes da compra.

As distribuidoras de games e aplicativos para esta plataforma, como Apple e Google, por exemplo, ficarão responsáveis por avaliar o conteúdo destes produtos baseados em critérios como sexo, drogas e violência, além de especificar a classificação indicativa de acordo com o padrão nacional.

De acordo com o Ministério da Justiça, as novas regras valem para todos os programas audiovisuais que permitam a interação com imagens enviadas a um dispositivo, sejam eles vendidos e distribuídos gratuitamente no Brasil ou até hospedados em servidores localizados em outros países, mas que são voltados para o público brasileiro.

A classificação indicativa deve ser exibida em local de fácil visualização no local de venda do jogo ou aplicativo. O consumidor, diz o Ministério, não será impedido de comprar o produto caso não corresponda à idade indicada.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Justiça Federal pede regularização de perícias em dois municípios de MS
INSS

Justiça Federal pede regularização de perícias em dois municípios de MS

Com nomes conhecidos, série inspirada em HQs é estreia da semana
DEADLY CLASS

Série inspirada em HQs
é estreia da semana

Instabilidade na gestão federal deve atrasar obra, diz prefeito
IMPASSE BANDEIRANTES

Instabilidade na gestão federal deve atrasar obra, diz prefeito

BRASIL

CNI/Ibope aponta que 35% avaliam governo Bolsonaro como ótimo ou bom

Mais Lidas