quarta, 18 de julho de 2018

MUNDO

Gaddafi e filhos poderão ser investigados, diz tribunal de Haia

3 MAR 2011Por ESTADÃO14h:31

O líder líbio, Muammar Gaddafi, seus filhos e os membros de seu círculo de poder poderão ser considerados responsáveis por crimes cometidos pelas forças de segurança da Líbia, disse nesta quinta-feira o procurador-geral do Tribunal Penal Internacional, Luis Moreno-Ocampo.

Moreno-Ocampo afirmou que um pedido de prisão pelos crimes na Líbia poderá ser emitido dentro de poucos meses. O tribunal, com sede em Haia, na Holanda, trata de casos de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídio.

No sábado, o Conselho de Segurança da ONU impôs sanções contra Gaddafi e sua família, e encaminhou ao tribunal a questão da repressão aos manifestantes.

"Nós identificamos algumas pessoas que são ou eram parte da autoridade e que possuem autoridade sobre as forças de segurança que supostamente cometeram os crimes", disse Moreno-Ocampo.

"São eles: Muammar Gaddafi, seu círculo próximo, incluindo alguns de seus filhos, que tinham de fato autoridade. Há também algumas pessoas com autoridade formal que deveriam prestar atenção a crimes cometidos por seu pessoal."

Leia Também