Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Gabarito de teste do Instituto Federal sai hoje

Gabarito de teste do Instituto Federal sai hoje
24/05/2010 07:22 -


Michelle Rossi

Os gabaritos das provas aplicadas ontem para os cargos de professor e técnico do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) estará disponível hoje, a partir das 18h, no site do instituto: www.ifms.edu.br. O IFMS ainda não divulgou o índice de abstenção nas provas, mas contabiliza o registro de inscritos no concurso: foram 19.921 candidatos para 267 vagas, divididos entre 17,549 mil para os 129 cargos de técnico e, 2.372 para as 138 vagas de professor. O resultado dos aprovados sai no dia 1 de junho.

O concurso foi realizado nas sete unidades do IFMS:  Campo Grande com a oferta de 38 vagas para professores e 51 para técnicos, enquanto as cidades de Aquidauana, Coxim, Três Lagoas, Ponta Porã e Corumbá tiveram a oferta de 20 vagas para professores e 15 para técnicos. Nova Andradina teve a oferta de apenas três vagas para técnicos, por conta da unidade ser a única em funcionamento no Estado. Os outros campi devem receber 120 alunos, cada, a partir do primeiro semestre de 2011, mas a proposta é expandir o número de alunos,  a medida que os prédios do IFMS nessas cidades estiverem prontos.

Três Lagoas
Doze pessoas registraram boletim de ocorrência, ontem,  em Três Lagoas, por não conseguirem realizar as provas do IFMS na referida cidade. Segundo o registro policial, o grupo foi impedido de entrar no local. A prova começou às 8h e o grupo chegou às 7h45min – o edital previa que os portões fossem fechados exatamente neste horário. O IFMS informou que a comissão organizadora do concurso ainda não foi informada oficialmente.

Felpuda


Dez vereadores da Capital mudaram de partido na tentativa de encarar a reeleição ou, dependendo do caso, disputar a vaga de vice-prefeito. Legendas foram “engordadas”, outras entraram em estado de inanição e outras ainda simplesmente sumiram do mapa. Que ninguém ouse perguntar a quem “trocou de camisa” qual a linha programática dos partidos em que agora estão filiados. Seria para eles, digamos, questão de pouca importância. Política tem dessas coisas...