sábado, 21 de julho de 2018

MEDIDAS

G20 descarta reservas em moedas em acordo sobre desequilíbrios

19 FEV 2011Por ESTADÃO19h:34

O G20 desconsiderou as reservas em moedas estrangeiras e chegou a um compromisso sobre outros indicadores em uma lista de medidas que serão usadas para avaliar desequilíbrios econômicos globais, mostrou um comunicado divulgado no sábado, após reunião do G20 em Paris.

O acordo, acertado depois de dois dias de impasse nas negociações entre representantes do grupo que reúne as principais economias do mundo, cede espaço à China, que resistia à inclusão de reservas e transações de conta corrente na lista.

 Não houve menção a reservas e, mais do que conta corrente e taxas de câmbio realmente eficazes, o grupo concordou em usar "o equilíbrio externo composto pela balança comercial e fluxo líquido de investimento e de transferências, levando em conta taxa de câmbio, políticas fiscal, monetária e outras."

 "Nós concordamos sobre uma série de indicadores que vão nos permitir focar, por meio de um processo integrado de duas etapas, nos amplos desequilíbrios persistentes que requerem uma ação política", diz o comunicado.

Leia Também