Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Futuros professores aprovam novo exame

26 MAI 10 - 08h:39
anahi zurutuza

Estudantes dos cursos de licenciaturas de Campo Grande aprovam a ideia do Ministério da Educação (MEC) de submeter professores ao Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente. Para futuros profissionais da área, a prova funcionará como “termômetro de qualidade” dos cursos de graduação e será mais uma ferramenta para a aplicação de mudanças e melhorias na educação do Brasil.
O exame avaliará conhecimento, competências e habilidades dos docentes e o resultado do teste poderá ser utilizado pelas secretarias municipais e estaduais de Educação como critério para selecionar professores para atuar na rede pública de ensino. Conforme portaria publicada no Diário Oficial da União dessa segunda-feira (24), a prova será elaborada e aplicada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e deve ser semelhante ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
Para a aluna do último ano do curso de Letras da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Natalia Tiezi, 22 anos, com os resultados gerais do exame o MEC conseguirá avaliar a qualidade dos cursos de licenciatura do País e quais universidade e cursos precisam de mais atenção e investimentos. “Contanto que a prova não avalie somente conhecimento, mas também a capacidade do profissional de transmitir o conteúdo, acho que é uma técnica válida”.
João Carlos da Costa, 22, acredita que, no futuro, o exame funcionará como garantia do ingresso de melhores profissionais no ensino público. “É uma segurança porque, com o passar do tempo, cursos terão de investir em qualidade para melhorar o desempenho de seus alunos no exame e, consequentemente, profissionais mais capacitados sairão das universidades”.

Exame
A previsão é de que o primeiro teste seja aplicado em 2011 a professores das primeiras séries do ensino fundamental (1º ao 5º ano) e educação infantil. Até o dia 2 de julho, estará disponível no site do Inep (www.inep.gov.br) consulta pública para que a sociedade avalie os itens que poderão constar na prova nacional para os educadores.
O exame não é obrigatório, mas, da mesma forma que o estudante pode concorrer a uma vaga em qualquer universidade pública do Brasil com a nota do Enem, com o resultado do Exame Nacional de Ingresso na Carreira Docente, professores também poderão utilizar o resultado para ser incorporado ao quadro de funcionários de escolas da rede pública de ensino, que aderirem ao programa do governo federal. Caberá a cada secretaria de educação oficializar a adesão junto do Inep e, depois, definir de que forma ocorrerá a contratação do profissional.
Nos próximos dias o Inep deve publicar outra portaria com informações sobre o exame, como prazos e inscrição dos professores. De acordo com o MEC, proposta é criar um banco nacional de docentes qualificados, que poderiam ser contratados por qualquer município brasileiro.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil “fecha” fronteira após fuga em massa
PRESOS DO PCC

Brasil “fecha” fronteira após fuga em massa

Estado tem 19 usinas de biocombustível
AGRONEGÓCIOS

Com 19 usinas, produção de biocombustível avança

Polícia do Paraguai prende 30 agentes suspeitos de facilitar fuga em massa
FUGA DE PRESÍDIO

Polícia do Paraguai prende 30 agentes suspeitos de facilitar fuga em massa

Globo define equipe de transmissão do “Oscar 2020” e repete trio
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Globo define equipe de transmissão do “Oscar 2020” e repete trio

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião