Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Futsal da Capital “exporta” atletas para Santa Catarina

4 FEV 10 - 06h:25
As gêmeas campo-grandenses Mayara Rodrigues de Lorena e Maysa Rodrigues de Lorena, de 16 anos de idade, que na última temporada defenderam a equipe de futsal feminino do Colégio ABC, acertaram a transferência para Brusque (SC), onde atuarão nas equipes de base. “Espero que esta seja a grande guinada da nossa carreira”, disse Mayara. As irmãs, gêmeas univitelinas, sempre atuaram juntas, e o convite para Santa Catarina, também veio em dose dupla. “Eles analisaram o nosso currículo, com todos os títulos que conquistamos”, contou Maysa. A primeira vez que os catarinenses viram as gêmeas em ação foi no ano passado, na 4ª edição da Taça Brasil Sub-15 feminina, quando elas foram vice-campeãs pelo time do Colégio ABC. “Nossa carreira começou na Escola Estadual Hélia França Cardoso, em 2005. Depois de defendermos o time da escola, na Copa Estudantil, ganhamos um bolsa na Mace, onde ficamos três anos para depois jogarmos pelo ABC”, contou Mayara. Em Brusque, Mayara e Maysa se integrarão ao time sub-17. “Nós vamos ficar em um a lojamento, seremos inscritas na federação de lá, e além de uma bolsa de estudos, vamos receber uma ajuda financeira mensal”, informou Maysa. Será a primeira vez que as gêmeas ganharão dinheiro para fazer o que mais gostam: jogar futsal.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Exportações de carne podem fechar 2019 com resultado recorde

Inca alerta sobre uso de dispositivos eletrônicos para fumantes
SAÚDE

Inca alerta sobre uso de dispositivos eletrônicos para fumantes

Aeronave do Esquadrão Pelicano da Capital vai auxiliar buscas por avião no Chile
FORÇA AÉREA

Aeronave do Esquadrão Pelicano da Capital vai auxiliar buscas por avião no Chile

SAÚDE

Teste da Anvisa encontra agrotóxicos acima do permitido em alimentos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião