domingo, 22 de julho de 2018

Funkeiro é preso suspeito de abusar da filha

18 JUN 2012Por band03h:00

Um funkeiro foi detido, na madrugada deste domingo, acusado de abusar da própria filha, na zona sul de São Paulo. Ele estava em uma casa noturna quando foi abordado por agentes da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar).

Mike Oliveira da Silva, que usa o nome artístico "Mc MJ e as Delícias", era acusado pela sua ex-mulher de abusar sexualmente da menina de dois anos do casal, que reclamava, com frequência, de dor na região genital. A Polícia Civil investigava o caso há pelo menos dois meses.

Oito viaturas da Rota acompanharam a prisão. Mike apresentou um RG (registro geral) falso, mas a polícia o identificou e prendeu o rapaz. 

O caso foi registrado no 85º Distrito Policial, onde o suspeito foi indiciado por estupro de vulnerável e falsidade ideológica.

Estupro

Desde a mudança na lei nº 12.015, de 2009, quaisquer tipos de abuso sexual são enquadrados como estupro e não apenas o ato sexual. 

As penas aumentam quando o abuso resulta em lesão corporal (8 a 12 anos de prisão), morte (12 a 30 anos de prisão), gravidez (aumento de 50%) e transmissão à vítima de doença sexualmente transmissível (aumento de um sexto até 50%).

O Código Penal também indica que tanto homens como mulheres podem ser vítimas de estupro.

Leia Também