Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

CRIME

Funcionário público morre fuzilado na fronteira

1 MAI 2011Por Edilson José, de Ponta Porã14h:00

O servidor público Orlando Recalde Montania, funcionário do Serviço Nacional de Controle Epidemiológico, morreu fuzilado por pistoleiros na noite deste sábado (30) em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, perto da linha divisória com Ponta Porã (MS).

A vítima ainda foi socorrida, mas devido aos ferimentos morreu ao dar entrada no hospital. Os autores e as circunstâncias do crime ainda estão sendo investigados pela polícia.

Conforme as informações da Polícia Nacional, por volta das 19h15min. Orlando foi executado com tiros de pistola calibre nove milímetros, pouco minutos depois de sair de sua residência para assistir a um jogo de futebol.

Momentos antes a vítima estava em companhia de amigos em um bar tomando cerveja. Foi até a sua residência e quando retornava para assistir a um jogo de futebol foi surpreendido pelos pistoleiros que estavam a bordo de uma motocicleta. Vários tiros foram disparados em sua direção.

Conforme o setor de investigações de homicídios da Polícia Nacional do Paraguai, o crime foi presenciado por três amigos da vítima, Luís Escobar Valiente, Evaldo da Silva e Victor Apestegi. Eles disseram que os pistoleiros estavam com os rostos cobertos por capacetes e após os disparos fugiram em alta velocidade.

Leia Também